A ORAÇÃO NO ESPÍRITO

A oração é uma centelha que incendeia a adoração. Por isso, você deve fazer dela um veículo de comunhão e relacionamento com o Senhor. Você pode contar com a ajuda fiel do Espírito Santo em relação a isso. Paulo escreveu: “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos” (Rm 8.26,27). Ele pode nos levar além das nossas limitações e a um nível mais profundo de busca e intercessão, se nos colocarmos em total dependência Dele. Afinal, é o Espírito Santo que nos impele a orar, e também é Ele quem nos sustenta orando. Quando confiamos a Ele a nossa vida de oração, Ele nos orienta na nossa busca, alinhando os nossos desejos com a vontade de Deus. É certo que Ele também usará a Sua Palavra como bússola para nos guiar enquanto estivermos orando e corrigirá as motivações do nosso coração. O propósito Dele é levar-nos para perto do Pai. Ele conhece a mente de Deus, por isso, nos conduz a uma intercessão poderosa todas as vezes que oramos no Espírito ou nas línguas espirituais. Paulo disse que “quem ora em línguas, de fato, ora, e a Deus fala mistérios” (1Co 14.2,14). Além de edificação pessoal, as orações em línguas estranhas não sofrem a interferência de nossa mente, por isso, são conduzidas unicamente pelo Espírito de Deus. Ele nos conduz a um nível de adoração consagrada, onde não são apenas os pedidos que importam, mas acima de tudo, a exaltação do Senhor Jesus. Permita, portanto, que o Espírito Santo seja o líder da sua vida de oração.



Ministérios


Notícias


DEVOCIONAIS EM VÍDEOS